quarta-feira, 28 de maio de 2014

O preço do carinho.

video
Quanto custa demonstrar afeto? Quanto custa um carinho? Aquele, despretencioso. Será muito do seu tempo? Ou será nada? Acompanhado de um mimo pode custar alguns $$? É. Talvez, um pouco de boa vontade. Valores são desimportantes quando comparado  com a riqueza de sentimentos que você ganha se doando ao outro. Por vezes, esperamos para agradar com grandes feitos ou presentes caros, e com isso, perdemos a chance de deixar expresso o quanto alguém nos é importante, ou de como somos gratos e puramente pelo prazer de ver os olhinhos do outro brilhando, perdemos a surpresa e carinho sem "a marca"  ou "hora" adequados. Adequado é ser feliz ao melhorar o dia do outro, tirar sorrisos, quebrar o sistema e fazer muito com menos. Quem não gosta de um mimo fora de hora? Eu gosto e muito! Passei um tempão da minha vida fechada e achando que receber flores era clichê ou um gesto prá "velhas desculpas esfarrapadas". Mas hoje, descobri que o carinho não tem preço, mas pode ter a beleza e o cheiro bom de um botão de rosa. Que os espinhos podem ser gentilmente arrancados. E que, com pequenas singelezas, a vida pode desabrochar melhor, se regada feito flor.



sábado, 17 de maio de 2014

100 dias de gratidão #desafio

Hoje, quando voltava do trabalho depois de um dia puxado, mas produtivo, refleti sobre os acontecimentos em meu espaço terapêtico. Percebi que no processo de cura da dor ou prevenção de um problema de cada paciente, eu estava sendo sarada. É tremendo como Deus ou Uni nos usa como instrumento de boas vibrações. Quem trabalha com terapia holística sabe que com um pouco de técnica e habilidade vamos bloqueando nosso campo energético e passamos a ser apenas um canal que transforma energias, além de manobras e movimentos físicos que ajudam na saúde e proporcionam bem estar. Mas hoje, especialmente hoje, essas técnicas falharam e fui invadida pelos sentimentos de duas clientes que receberam a Ayur-yoga... Me envolvi, estava aberta e suscetível a emoções alheias. E foi refletindo - um momento frágil, de anseios e por quês - que tive a certeza de que, o que eu faço, faço pro bem e faço com amor. Hoje, duas clientes, confessaram as seguintes palavras sobre mim: 1.("você é mais que uma massagista, você trata as pessoas com amor. E eu amo e respeito seu trabalho. Suas mãos são como bençãos que eu recebo." ), 2.("Acho lindo como a cada toque percebo que sabe o que faz, me sinto segura e em paz, como se estivesse em mãos de fada."). E no meio disso tudo, ainda teve uma linda e muito querida cliente que salvou meu dia me fazendo um favorzão, por simples carinho e caridade, mas de extrema importância prá mim. Assim, vou entendendo que nada é por acaso, que nem uma escolha ou situação é a esmo. E não podia ser de outro jeito, sem saber, cada uma delas ajudou no meu processo de cura e aceitação. Hoje, eu que recebi o amor grato, e no caminho de volta sendo guiada pela luz dessa "lua master", com direito a parada prá foto, senti que não importa os desvios e pausas impostas pela vida. Eu estou no caminho que faz o bem e me faz bem... então, esse deve ser o caminho certo.
#desafio ‪#‎100diasdegratidão‬ ‪#‎dia5‬ ‪#‎questionamentos‬‪#‎respostaimediatadoUni‬ ‪#‎doarpráreceber‬‪#‎seguiremfrente‬ ‪#‎observandoossinais‬‪#‎avançamosbem‬


domingo, 11 de maio de 2014

Dia das mães: Pode ser só um dia inventado, dia que os número de vendas sobem, dia em que muitos vêem um sistema imposto, forçado, porque ser mãe é mais que um dia, e eu concordo. É além da vida. Mas, o que me encanta e comove em datas como esta é o circulo de energia positiva vibrando e emanando das pessoas, filhos que são mais contidos se declarando. Filhos fazendo as pazes... filhos se redimindo e até mães se cercando de tanto amor amolecendo seus corações e amando mais. Hoje ser mãe é tão burocrático: a boa escola, a casa limpa, a boa comida, os melhores brinquedos... compensando rotina, a vida atarefada, que muitas vezes nos roubam o tempo de um abraço, de um beijo, uma guerrinha de travesseiros, brincadeiras na pracinha... momentos que a mãe do século 21 tem se distanciado cada vez mais. E os filhos do século 21 também, sempre nos vídeo games, redes sociais, em seu mundinho particular. Quase já não cabe uma mãe à moda antiga. Não há uma maldade nisso, (embora nos dias de hoje vemos filho matando, mãe matando filho, e eu me pergunto: esse amor não era prá ser divino e puro acima de tudo?). Acho que nesta linha tênue da evolução da humana alguns valores têm passado desapercebido. Por isso, acho lindo ter um dia pra só falar das mães, homenageá-las, presenteá-las e mimá-las muiiiiito. Toda mãe merece a MAIOR DEMONSTRAÇÃO DE AMOR, já que no dia a dia essas atitudes passam batido e respaldadas na desculpa do muitos compromissos. Sejamos gratos então e dedicamos um dia só prá elas. Acho justo. Acho merecido. Lembro-me do meu último dia das mães com a minha mãe Iracy, foi único e intransferível... um momento que vou levar por uma vida inteira. Posso sentir o calor daquele abraço, o som daquela voz e o estalo daquele beijo emocionado na minha bochecha, o cheiro daquelas rosas que me envolvem até hoje. Eu não sei quantos abraços dei durantes os 16 anos que a tive comigo, foram muitos com certeza, mas hoje, 14 anos depois que ela descansou é daquele último dia das mães que me lembro com tanta clareza. Que os meus sentidos chegam a transformar as lembranças em algo muiiito real, como se ela estivesse aqui, tomando forma em meus braços. E foi assim que o dia de hoje amanheceu: cheio de lembranças e muiiito carinho de filhos. Porque eu também sou mãe e mereço esse mimo. Obrigada Bruno e Vitória pelo amor de todos os dias, em especial esse amor de hoje carregada de mimos. Sou grata a Deus pela confiança de me permitir ser a mãe de pessoinhas tão lindas e iluminadas como vocês. Que vocês me façam mais e mais a mãe mais amada e feliz do mundo. Amo vocês filhotes, vivo por vocês, você são o meu tudo!!
Um feliz dia das mães a todas as mães da minha vida: tias, irmãs, primas, amigas, cunhadas ... enfim, toda mulher que tem esse privilégio de ser mãe!!