domingo, 7 de abril de 2013

Caixa de entrada...

De repente, apenas emails de notícias...
Propagandas, spans e notícias esporádicas de como você está.
Nunca mais emails fantasias, musiquinhas do dia, nem mesmo aqueles emails bobos de power-point ou aquelas conversas sobre tudo, o efeito borboletinhas no estômago que me arrancavam o riso, o fôlego, suspiros. Nada!
Hoje, o único efeito das poucas linhas que chegam, é o gangorra. Palavras soltas aqui e ali despertam o frio na barriga, brincando apenas com a imaginação.
Entre o alto e baixo, o vácuo me abraça sem a menor graça, de maneira tão morna e ao ponto de ouvir o cri-cri do tempo passar.
Pior que ser frio, é ser morno, sem dúvida. Nem congela o coração e nem esquenta a alma.

Um comentário:

  1. Cade o calor de tuas palavras que aquecem tanto a fria tristeza que me invade? mas antes o gelo do vacuo e a ausencia de dor que o sofrimento que tomou conta de mim. Adoro tuas palavras que sempre me tocam profundamente. Beijos

    ResponderExcluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!