segunda-feira, 6 de maio de 2013



Onde está o doce dos sonhos?
Dos beijos que adocicavam meus dias?
Será perdidos no céu de outra boca?
Sua jura de amor eterno, era a bússula para não me perder na vida.
Agora, com sua indiferença sou náufraga à deriva.

Onde está seu pensamento essa noite?
Não vê que não encontro terra firme, se não for em teu mundo?
Costumávamos desbravar mares e montanhas, juntos.
Foi assim que descobrimos o amor, lembra?

Porque não sinto mais esses sentimentos em você?
Porque o sentimento que deixou, me causa náuseas?
O que te provoca ardor, alegria, desejos que não procuras mais em mim?
Nem o vento sopra a favor, só vejo ondas pesadas te levarem...

Meu coração parece um mar morto.
Ancorou minha agonia, inundou meus sonhos.
Não tenho mais a força das correntezas para mandar o medo embora.
Não tenho rota prá seguir. Mergulhei fundo e você não estava lá.


Nas profundezas estou. Eu não aprendi a nadar, e agora?
Não sei o que fazer com as mãos, sem ter as suas para segurar.
Onde está você agora? Ocupado demais com o novo, prá remar na minha direção e me salvar?
Onde está a doçura dos seus olhos, enquanto os meus, se afogam nesse mar de lágrimas?

2 comentários:

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!