domingo, 22 de abril de 2012

Divagando...

Na vida é tudo uma questão de escolha, e não deveria haver problemas nisso, mas há...
Há sérios problemas de expectativas e frustrações.
Às vezes, não fazemos outra coisa a não ser dar tempo e esperar.
Às vezes pensando no que o outro pensa, e olha o tempo que isso toma.
Às vezes pensando no tempo que temos, e a escassez só nos apavora.
Às vezes pensando no tempo que perdemos, pensando.
Às vezes pensando no tempo que não haverá, e que mesmo assim, será tão longo e estranho e cruel, só por pensar em como poderia ter sido.
Eu me pego pensando no que estará pensando agora. Se no tempo, na espera, ou no que sente??
Às vezes só pensamos nas certezas que temos, e no tempo que inventamos, o que também precisa de tempo e quase sempre, é só a realidade que se tem.
Aí me pego pensando à quem estamos a enganar, e doar tempo, esperar um tempo, prá ganhar tempo, até chegar o dia que não teremos o mesmo tempo de esperar, querer...e sequer sonhar???
Deixo assim um espaço em branco, prá ser preenchido com todas as palavras que não sei dizer... Deixo o espaço, prá você imaginar tudo que vivemos prá caber no tempo. Pois, não consigo fazer toda essa imensidão caber num poema. Bem queria compor um poema, que ao invés de falar de amor, fosse o amor que deveras sinto. Mas eu, pobre poeta, não sei descrever algo tão grande, nem tão vivo...
Deixo assim, um sentido nesse espaço em branco, prá não correr o risco de deixar de dizer qualquer coisa, por apenas não saber como. E, quando assim teu pensamento for tomado, pela dúvida de uma resposta ou uma palavra não dita por mim e em favor do nosso amor, tens, no espaço do tempo, um pensamento, prá que lembre-se desse espaço vazio tão cheio de mim, e ele falará por nós, basta você querer ouvir.



    (IBTY, for life).

Um comentário:

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!