terça-feira, 24 de abril de 2012

Te sinto.



Sinto sua presença em mim.
Não sei dizer se será eterno. Só o quanto já me tomou.
Nos detalhes construímos uma nova história, dessas que só acreditava ter nos livros.
E as minhas páginas em branco, são preenchidas com as batidas do seu coração.
Você escreveu na minha alma. Posso ler que nunca mais serei a mesma depois de você.
Em meio à tantos sentimentos apressados, vagarosamente vou aprendendo à meditar sobre esse amor. E quando minha razão se perde, sua emoção desenha prá mim o caminho. E me amando na aflição a tua paciência me mostra a direção até você.
A cada encontro, o mesmo brilho no olhar, e tudo faz sentido nos meus dias e traz novos sonhos às minhas noites.
Perdemos a linha e nossos destinos se cruzaram. Cuidadosamente nossas vidas colidiram.
Agora, mal posso respirar se te soltas de mim. E quando a saudade me entorpece, te busco em melodias, no sorriso secreto que me destes, nas suas palavras que guardo.
E tudo muda por dentro! Toda esta invasão me torna melhor, e meu coração já não bate mais sozinho. Mesmo quando você não está, é a sua presença que sinto!

7 comentários:

  1. Menina estava com saudades de você e seus textos românticos e tão suaves.
    A música fez um par perfeito com seu texto maravilhoso.
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  2. Oi Marly,tudo bem florzinha?
    Eu que tava com saudade de mim, e de você, andei visitando seus espaço esses dias por aqui. Se bem que, nunca deixei de visitar meus cantinhos preferidos, mas, como tava dando um tempo do blog, eu sempre entrava pelos favoritos, então eu ficava sempre em "off" mesmo. Eu li seu escrito hoje, como você discorre bem sobre palavras e silêncio, coisa mais boa de ler! Beijokas, flor. Prometo me fazer presente novamente, sempre que der... ^^

    ResponderExcluir
  3. voce escreve com a alma e nao podemos ler sem colocar a alma na leitura do que voce escreve também. Suas palavras sao envolventes e ternas. Um carinho em forma verbal. beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Benno.
      Suas palavras que me envolvem de alegria aqui.
      Eu como fã de tudo que escreve, posso dizer então, que quando te leio, é um dialogo de almas. Quando voltas a escrever, poeta?? Abraço!

      Excluir
  4. Acabei de postar no facebook essa mesma frase para você: "Tem gente que nasce poesia"(Manoel de Barros).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lania, minha linda.
      Como queria que o Japão fosse aqui do ladinho agora, e assim poder com um estender de mãos, te dar um abraço. Enfim, não é aqui do ladinho, mas sei que minha poesia te alcança e te envolve, e é isso que me faz acreditar que vale a pena amar e expressar... Amo você, criatura bela. Beijos aqui do Brasil, amiga!^^

      Excluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!