quinta-feira, 17 de maio de 2012

Tempo de flor-e-ser…



Estou em um mundo de redescobertas.
Mas não estou com pressa, preciso de um momento.
As conversas ainda sussurram, pelos corredores lotados de lembranças, há um clima sempre emocionante aqui.
Vou sentindo à loucura das manhãs, a magia se formando, e me dou conta que está tudo como se nunca tivesse me despedido.
Eu resisti tão pouco à você. Eu não sei porque não tive medo.
Estou tremendo agora. Você não sabe como senti sua falta uma vida toda.
A loucura das manhãs, a magia se reformando, é tudo único e intransferível.
Não quero mais brincar de ser feliz sozinha, desta vez poderia ser maior e melhor à dois.
E então, você me deixa voar. Todos sabemos que posso conseguir.
Mas, não olhe apenas, alce vôo comigo.
Será que consigo parar de tremer?
Já houve um momento com tanto prá se viver?
As conversas sussurrantes de outrora, estão a dizer: “- Não só hoje, mas para sempre.”
Ensinamos novas maneiras de sonhar…




4 comentários:

  1. sempre é hora de recomeçar, aos poucos, no entanto, como a flot a abrir sas pétalas para a vida. Lindo! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Benno, obrigada por tão belas palavras sempre!

      Excluir
  2. Mila que bonito y sensual escribes, me pones con temperatura alta, no se si debería ir al medico del corazon.
    Un beso muy sincero

    ResponderExcluir
  3. Afff! Vicente Rubio. Assim passo mal eu,e será de tanta alegria ao ler essas palavras. Ainda mais, sendo de um grande escritor como você. Sabes o quanto eu o admiro, né?! Não me custa repetir, admiro muito sua escrita e o pouco que permite conhecer de sua pessoa...rs. Grata pela prenseça e carinho sempre.
    Um beijo sincero e amigo aqui do Brasil.

    ResponderExcluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!