segunda-feira, 13 de maio de 2013

How can I forget your love?

 
 
Os melhores dias foram quando era você, minha primeira e última visão.
Em minhas retinas ficaram gravadas cada jeito de ser feliz, daqueles momentos.
Dei tudo de mim e só quis o que meu coração podia sentir.

As mais belas canções falavam do amor que fazíamos.
A pele arrepiava a cada gesto de carinho que trocávamos na volúpia e ternura de um abraço.
Era tanta vida, que vivíamos da maneira mais urgente.

Hoje, você é só o primeiro e último pensamento do dia.
Não deveria ser tão ruim, se pudesse ser mais que apenas lembranças.
Nos braços ficou a sensação vazia daquele mundo, onde queria para sempre, me achar e me  perder.

Meus olhos que agora só vêem a imagem pela fotografia.
As canções que só tocam profundamente na dor que a saudade carrega.
Distraída, hoje carrego o aspecto dessas pessoas que se habituam a viver de fantasias.



Quando uma música fala, ela merece outra como resposta...
(So when I need you can i send you a sign?)

2 comentários:

  1. As lembranças são também esperança, se já foi bom porque não ser novamente? Linda a forma que seus textos envolvem. Beijos

    ResponderExcluir
  2. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!