sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Rabiscos, psiquê e devaneios. (Part I)

                                                   Essa é a Miloka.
Miloka é a minha reflexão. Companheira nas noites insones.
É quem sempre me diz prá não ter medo da tempestade.
Ela acha, que até os relâmpagos em meio a escuridão, servem para iluminar o caminho.
 Ahh Miloka, você é meio Noia, né não?!

By, Emilia Costa Noia.




Rabiscos, psiquê e devaneios (part two)

Essa é a Ratazilda. 
Ratazilda é a minha fome. Costuma vir me visitar depois das 3hrs da manhã. Ela não gosta muito quando chega e a Miloka tá por perto. É que a Miloka vive falando prá Ratazilda refletir que fome de amor é muito mais difícil de suprir que a fome por pão. Tadinha da Ratazilda, só quer um beijo e um queijo. É pedir demais??

By, Emilia Costa Noia.




5 comentários:

  1. hahaha... adorei!!! Ficou engraçado e profundo! Dizer tanto com poucas palavras e ainda divertir... isso é arte.
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha.... Benno, meu querido Benno. Arte é aquilo que você faz no seu blog. Eu, só brinco. Prá não matar o tempo... hahaha

      Bjo gde querido!

      Excluir
  2. É isso ai ,Ratazilda é bem sua cara!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, "Anônimo". Obrigada pela comparação. Com certeza a Ratazilda é um neologismo de mim. É uma das "muitas" de mim. É a exposição da minha graça. Diferente das ratazanas, que se espreitam e come sempre pelas beiradas...

      Faz sentido prá vc? Um abraço e muita luz no seu caminho, seja lá quem você for!

      Excluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!