sábado, 19 de novembro de 2011

Estarei sempre aqui.


 Engraçado, você não disse adeus, nem nada assim. Você só vai ali. Ali, bem longe...
 E por que parece que o espaço vazio que vai ficar no lugar do seu sorriso, é tão cruel?
 E por que quanto mais você fica distante, mais te sinto aqui??
 Mesmo que seja só tua falta, eu te sinto tanto...

 Sempre fui tão certa de mim. E agora tô nesse estado de não-saber.
 Quando a gente é capaz de ver o reflexo do espelho de nossa própria alma e, descobre que ela não está mais encoberta pela poeira dos certezudos, isso é sabedoria??
 Ou é somente a pureza ou inocência do coração??
 Olho prá lua como um poeta. Ela se esconde atrás de uma nuvem negra. Olho o céu como um louco, só vejo a vastidão dos mistérios...
 Dois caminhos, e um questionamento. Um caminho errado que te afasta cada vez mais. O outro, é não questionar. Esquecer o ponto de interrogação e deixar ser como é.

 Se não existe futuro, prá que carregar o sentimento que o passado proporcionou?
 Trata-se de um fardo que acabará com o prazer da jornada?? Ou o fato que tornará a jornada de prazer??
 De nenhum lugar, para lugar nenhum. Entre esses dois pontos, estou, aqui e agora.
 Tudo de dentro prá fora. E se tudo que tenho está lá fora, isso forma um contraste??
 Sinto minha mente enlouquecida e falante e, de nada ela sabe. Meu coração que sente saber tudo, não sabe falar.
 Cada parte em mim, se separada, é como o nada. Unindo coração e mente, é deixar de ser parte e tornar-me um todo.
 Talvez seja o mais belo dos momentos esse, quando misturados de razão e emoção, deixa de existir também as certezas e a confusão.

 É, o amor sabe como explorar o desconhecido. Troca quantidade por qualidade. Permanente por momentâneo, sem deixar de ser eterno.
 O amor nos faz corajosos prá enfrentar a realidade e descobrir que o amor não é um relacionamento. O amor é relacionar-se.
 Como um rio, fluente, sem fim. O amor não sabe o que é ponto final. É um verbo, e não um substantivo.

 Capaz de ir de um extremo a outro - às vezes profundamente enraizado na terra e às vezes voando alto no céu. Às vezes fazendo amor.
 Mas, se aos poucos, o seu céu e a sua terra ficarem cada vez mais próximos da linha imaginária do amor, lembre-se: eu posso ser o horizonte prá eles se encontrarem.
 Como a vida que não pode ser possuída, nem segurada. Mas, para alcançá-la basta estender as mãos. Estarei sempre aqui.

13 comentários:

  1. o vazio provoca a dor, como a dor que a falta da lingua deixa ao findar um beijo. o amor nao sabe o que é ponto final, a gramatica nao lhe cabe bem, pois as regras devem ser relevadas para ser amor de verdade. ser o horizonte de alguem é amar de verdade , tantas verdades li em seu lindo texto. beijos

    ResponderExcluir
  2. Que lindo texto amiga!!!
    Tantas expressões...entre linhas... entre a realidade e a fantasia....entre o amor e a saudade....arrasou!!!
    Ahhh e a música?? belíssima...amo este grupo!!!
    Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Que lindo,
    adorei a imagem e esta música já escutei bastante qdo estava depre... adoro.
    beijos

    ResponderExcluir
  4. Lindo texto.
    Amar é doar-se. E seu texto é isso.
    Eu aprendi a fugir pros braços do amor
    e hoje vivo feliz;

    Beijos Moça

    ResponderExcluir
  5. Muito bonito tudo isso, mas acredito que não existe um adeus total para os corações que um dia se encontraram e por um verdadeiro, eu disse, verdadeiro amor viveram momentos reais, mesmo que dure pouco. Amor é pra mim, uma tatuagem no coração, tem lugar pra mais de um, com sentimentos variados, com ilusões diferentes, na realidade, temos que aprender realmente a ver mais a qualidade da relação, amor e pararmos de buscar um e outro pra tentar encher nossos corações com sentimentos irreais.
    Parabéns,seus textos passam uma inspiração de dentro do seu coração.

    ResponderExcluir
  6. Olá anjo,

    Os sentimentos fazem com que nos sintamos uma parte de um todo, que que antes era só um agora passa a ser metade desse um, belo texto, mostra que somos uma parte de algo maior, mesmo que ainda não saibamos disso.

    Fica bem amiga
    Beijinho doce

    ResponderExcluir
  7. "É, o amor sabe como explorar o desconhecido. Troca quantidade por qualidade."

    Então Mila,o homem em geral exercita esta muito mais a troca da qualidade por quantidade.

    Você tem absoluta razão.

    Sabe Mila, mulheres foram -pelo o menos até bem pouco tempo - ensinadas a amar para chegarem ao sexo, e homens fazem primeiro sexo e quem sabe, passam a amar aquela companheira.

    Verdade, e às vezes sinto-me um búfalo no cio, caçando, correndo atrás para chegar na frente, e antes,lá na nossa ancestralidade e desde os hominídias das cavernas, das esrepes, as coisas funcionavam assim.

    Atualmente, as mulheres começam a ensaiar esta mesma ópera bufa do amor/sexo/conquista imediata,e não estou achando graça nenhuma.(rs)

    Ou seja, agora é que os homens estão vendo porque vocês nunca acharam graça nenhuma, também , nisso que sempre fizemos.

    Nossa, que coisa complicada!!! (rs).

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Mila Noya, já tinha passado anteriormente em seu blog e não tinha comentado...
    Passando agora para agradecer o comentário que postartes no meu e também dizer que esse seu texto em especial, revela o paradoxo que o amor nos faz sentir.
    "Sempre fui tão certa de mim. E agora tô nesse estado de não-saber...". Isso fruto de um coração que percebe o mais nobre dos sentimento.
    AMAR é torna-se um ser evoluido.
    Parabéns pelos seus escritos e organização de seu blog.
    Paz e bem!

    ResponderExcluir
  9. Amiga Mila!!
    Como você faz bem isso, como sabe falar de sentimentos, sou sua fã!!
    Amiga Gina concordo com você
    A musica é perfeita!!!!

    Afinal
    "Descobrir o verdadeiro sentido das coisas, é querer saber demais...
    Querer saber demais..."

    Sonho de uma flauta - O teatro magico

    ResponderExcluir
  10. o ser humano é dado a sofrer, e so descobre que ama, quando sente a ausencia da pessoa amada.
    beijos

    ResponderExcluir
  11. "É,o amor sabe como explorar o desconhecido".Ameeeiii!!!
    Passando para retribuir sua visita.
    Uma semana cheia dos mimos de Deus para vc e os seus.
    Ah! Adorei tudo aqui.
    Abraços!
    Lu

    ResponderExcluir
  12. ...olá! ..que bom...q você ...retornou à blogosfera, e visitou a "casa" ( Blog (IN) FELIZ )
    , na qual, teve parcela na "construção", com seus comentários, inteligentes e pertinentes.
    Beijos carinhosos e boa semana!

    ResponderExcluir
  13. O amor tem sido tão comentado, no entanto, continua sendo incompreendido.

    Abraço

    ResponderExcluir

Agradecer é um hábito saudável para quem sabe viver e fazer do agradecimento uma forma de conservar a amizade e conquistar novos amigos!
Obrigada por sua visita e por seu cometário. Volte sempre!